Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Não é possível agradar a todos - Parábolas e Histórias para Educar em Valores

Parábolas e histórias para educar em valores

Um homem decidiu ir ao mercado com seu filho de doze anos de idade. Eles montagem os dois na sua mula e comprometeu-se a marcha. Tempo, as pessoas que foram encontrados na estrada, começou a murmurar e dizer:
-Que os abusadores! Eles não tem menor consideração com o pobre animal. Eles vão estourar de cansaço. Como é acontece ir ambos sobre o montado na mula!
Para ouvir estas críticas, o pai decidiu continuar a viagem a pé e caiu da mula. Em breve, no entanto, ouvir novas críticas daqueles que estavam em sua marcha:
-A juventude de hoje perdeu todo o respeito e educação. Vi Tulieries: que montado o garoto da mula na flor da vida e o pai pobre andando!
O menino caiu da mula e pai montou por isso vai continuar ao longo da estrada. Mais uma vez, imediatamente podiam ouvir os murmúrios:
-Homem tão imprudente!: bem tranquilazo a mula e a pobre menino a pé. Olha lá homens sem alma... Considerado e tratado seus filhos como escravos.
Então o pai di…

Nossas Reuniões Tudo Em Um (TEU) ‒ Semana A Começar Em 29 de setembro

Nossas Reuniões Tudo Em Um (TEU): Referências e textos bíblicos Baixar arquivo no PDF para Laptops, Tablets e Mobile Nossas Reuniões Tudo Em Um (TEU): 29 de setembro
Estudo Bíblico
de Congregação
Escola
Teocrática
Destaques
da Bíblia
Reunião de
Serviço
Estudo de
A Sentinela
Estudo Bíblico de Congregação ▲ Capítulo 13. “A lei de Jeová é perfeita” Referências e textos bíblicos
- 19 -
Deuteronômio 6:6, 7 estas palavras que hoje te ordeno têm de estar sobre o teu coração; 7 e tens de inculcá-las a teu filho, e tens de falar delas sentado na tua casa e andando pela estrada, e ao deitar-te e ao levantar-te.
Levítico 18:1-30 E Jeová continuou a falar a Moisés, dizendo: 2 “Fala aos filhos de Israel, e tens de dizer-lhes: ‘Eu sou Jeová, vosso Deus. 3 Não deveis fazer assim como faz a terra do Egito, em que morastes; e não deveis fazer assim como faz a terra de Canaã, na qual vos introduzo; e não deveis andar nos seus estatutos. 4 Deveis cumprir as minhas decisões judiciais e dev…

Destaques do Números 33, 34, 35, 36

Destaques da Leitura da Bíblia ‒ Números 33, 34, 35, 36 Baixar arquivo no PDF para Laptops, Tablets e Mobile
*** w11 1/6 pp. 21-22 Quando a Bíblia foi escrita? ***
Os primeiros livros da Bíblia foram escritos em material perecível. Assim, não é realístico esperar que os escritos originais ou cópias antigas da época de Moisés, Josué, Samuel ou Davi sejam encontrados algum dia. No entanto, é possível estudar evidências históricas indiretas que mostram que é razoável aceitar as datas que a Bíblia indica. Vários eruditos e arqueólogos conceituados fazem isso. Que informações obtemos dessas evidências? Veja alguns exemplos.
▪ Será que já havia literatura escrita uns 3.500 anos atrás no Oriente Médio antigo, na época em que, segundo a Bíblia, Moisés e Josué viveram? Na Mesopotâmia e no Egito antigos produziram-se textos históricos, religiosos, jurídicos e literários. Que dizer dos textos que Moisés e outros israelitas escreveram? O Dictionary of the Old Testament: Pentateuch (Dicionário do…

O egoísta - Parábolas e Histórias para Educar em Valores

Parábolas e histórias para educar em valores
Em uma ocasião, o ministro encarregado do imposto foi lavar os pés na borda de uma lagoa e, por engano, caiu na água.
Imediatamente, veio um grupo de pessoas que querem ajudar o Ministro, disse-lhe:
-De-me sua mão!
No entanto, e embora ele estava se afogando, o Ministro não alongou a mão. Naquele tempo passou por lá Afanti e, depois de observar o que estava acontecendo, também se aproximou da lagoa e gritou:
-Excelência, pega na minha mão!
Instantaneamente, o ministro agarrou-se a mão de Afanti e veio fora da lagoa.
Como os participantes foram surpreendidos, Afanti explicou:
-O ministro responsável pelo imposto não sabe o significado da palavra "dar", porque é só dedicado ao "leve" e "receber".
(O conto popular chinês)
Muitos de nós parecem-nos demasiado perto para o Ministro da história: estamos sempre esperando por você para nos dar, mas somos incapazes de dar, dar. A cultura de óleo Crescemos acostumado…

As vozes do silêncio - Parábolas e Histórias para Educar em Valores

Parábolas e histórias para educar em valores

Em sua extraordinária obra autobiográfica, confesso que vivi, o grande poeta chileno Pablo Neruda, Prêmio nobel de literatura, conta a história do poeta andaluz Pedro Garfias, um dos muitos artistas, intelectuais e trabalhadores que foram forçados a deixar a Espanha após a Guerra Civil e o triunfo das forças antidemocráticas de Franco.
Pedro Garfias veio dar no exílio de um castelo escocês. O dono do castelo estava viajando e o poeta vivia praticamente sozinha neste castelo enorme. Para tornar mais suportável a sua solidão, eu costumava ir todas as noites para a cidade vizinha de taverna e como ele não falava uma palavra em inglês, ou qualquer um dos clientes sabia um pouco de espanhol, passava horas silenciosamente na sua cerveja, ponderando a nostalgia e as memórias.
Uma noite, quando era hora de fechar e todos os clientes, estavam marchando o estalajadeiro deu um sinal de ficar ainda por um tempo. Dele e uma cerveja foi serv…

Escola do Ministério Teocrático Semana de 29 de setembro ‒ Destaques de Números 33-36

Referências para a Escola do Ministério Teocrático Baixar arquivo no PDF para Laptops, Tablets e Mobile Semana de 29 de setembro
Destaques do livro de Números 33-36
*** it-1 pp. 695-696 Deuses e deusas ***
As Dez Pragas. Por meio das pragas com as quais afligiu os egípcios, Jeová humilhou e executou julgamento nos deuses deles. (Êx 12:12; Núm 33:4; FOTOS, Vol. 2, p. 642) A primeira praga, a transformação do Nilo e de todas as águas do Egito em sangue, causou desonra ao deus-Nilo, Hápi. A morte dos peixes no Nilo foi também um golpe contra a religião do Egito, pois certas espécies de peixes eram realmente veneradas e até mesmo mumificadas. (Êx 7:19-21) A rã, tida como símbolo da fertilidade e do conceito egípcio da ressurreição, era considerada sagrada para a deusa-rã, Heqt. Assim, a praga das rãs trouxe desonra a esta deusa. (Êx 8:5-14) A terceira praga resultou em os sacerdotes-magos reconhecerem a derrota, quando se viram incapazes de transformar o pó em borrachudos, por meio de s…